Incógnita

sexta-feira, 31 de outubro de 2014







O que vem depois é meu. Sei o que te faz tremer. Não é o toque. É a antecipação e a espera. É não saber quando é que vai acontecer.

15 comentários:

Til disse...

Eu diria que me conheces;)

Desamarrado disse...

Til : impossível não conhecer :)

Imprópriaparaconsumo disse...

A surpresa alimenta o prazer. Sem dúvida :)

Ly disse...

um beijo sussurrado

Sandra Louçano disse...

Isso na escala do tempo, amanhã portanto.

Shiver disse...

O que vem depois será vosso

Sensualidade à Flor Da Poesia disse...

Sá a espera por acontecer, já antevem o tremer...

вєιנιηнσѕ ρσétι¢σѕ ∂α ℓєσα...
=';'=

Desamarrado disse...

Imprópria : e quando deixa de ser surpresa? A chama continua acesa? :)

Desamarrado disse...

Ly : um beijo :)

Desamarrado disse...

Sandra : pode ser depois das reticências? :)
Um beijo

Desamarrado disse...

Shiver : o que vem depois é uma incógnita :)

Desamarrado disse...

Sensualidade à flor da poesia: a espera pode ser uma tortura maravilhosa :)

Til disse...

Til é muito importante!
Quem gosta de escrever usa sempre Til*

Desamarrado disse...

Eu gosto de escrever e gosto de Til :)

Til disse...

Til gosta da Til e do Til e também gosta de quem gosta de Til*

Enviar um comentário